26 de set de 2018

Operação impede roubo de avião e desmonta quadrilha suspeita de atacar carro-forte em Jacobina

Redação Portal Cleriston Silva PCS

Uma operação da Polícia Federal (PF) baiana e pernambucana evitou o roubo de um avião que transportava valores na madrugada desta quarta-feira, 26. A ação criminosa, organizada por uma quadrilha que atuava em roubo a bancos e carros-fortes nos dois estados, ocorreu no aeroporto da cidade de Salgueiro (PE). O dinheiro seria utilizado para abastecer um banco da cidade.

Durante a operação, seis suspeitos, que trocaram tiros com a polícia, foram mortos. A identidade deles não foi divulgada até o momento. Além disso, sete fuzis foram apreendidos. Entre eles, um calibre 50, capaz de derrubar aeronaves.

Parte da quadrilha foi desmontada, segundo a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), que também participou da ação conjunta. Ainda de acordo com o órgão baiano, equipes da CIPE Caatinga, junto com policiais militares pernambucanos, já observavam a movimentação da organização e, ao saber do roubo, apoiaram a operação da PF.

"Mais uma demonstração da importância do trabalho integrado. Avançamos muito no combate ao roubo de banco e agora estamos fechando o cerco contra quadrilhas que agem contra transportadoras de valores", disse o secretário da Segurança Pública da Bahia, Maurício Teles Barbosa, em nota enviada à imprensa.

Piloto ferido - Ainda de acordo com a PF, os suspeitos fortemente armados atacaram a aeronave durante a aterrissagem. Para isso, eles invadiram a pista e abordaram os vigilantes dos carros-fortes que estavam no local. Em seguida, eles atiraram contra a aeronave. Um dos disparos atingiu o piloto, obrigando-o a parar. Ele foi levado a um hospital local. O estado de saúde dele é considerável estável, segundo a PF.

Na intensa troca de tiros, além dos mortos, outros quatros homens foram presos e um ficou gravemente ferido. Ainda de acordo com a PF, um outro veículo com assaltantes conseguiu fugir. Buscas são realizadas para localizar os suspeitos. Nenhuma quantia foi roubada.

Segundo a polícia, o grupo vinha sendo investigado há quase três anos. O grupo é acusado de praticar assaltos a bancos e carros-fortes no interior da Bahia e em Petrolina, no Sertão de Pernambuco. Em um dos assaltos, na cidade baiana de Bom Jesus da Lapa, dois policiais foram mortos.

Além disso, há indícios da participação deles em ataques a carros-fortes na região de Jacobina e, também, no assalto a um veículo parecido em Pernambuco.

De acordo com informações da polícia, ao menos seis homens foram mortos durante a ação

Um fuzil calibre 50 foi apreendido durante a operação

Ao todo, foram apreendidos sete fuzis (seis AK 47), carregadores e munições

Nenhum comentário:

Postar um comentário