16 de out de 2017

Comissão da Saúde da ALBA realiza audiência sobre acidentes de motos com Comitê Gestor do Estado

Redação Portal Cleriston Silva PCS

Acontece nesta terça-feira (16), por uma promoção da Comissão da Saúde da Assembleia Legislativa da Bahia, uma audiência pública com o recém-criado Comitê Gestor de Combate a Acidentes no Trânsito para discutir ações a serem desempenhadas. A audiência foi proposta pelo presidente do colegiado, deputado Alex da Piatã (PSD) e acontece na sala das comissões.

Alex considera o Comitê uma das ações mais importantes do governo do Estado na tentativa de desafogar os hospitais públicos. “É importante a Comissão se inteirar das medidas que estão em planejamento. Atualmente os acidentes de moto são uma epidemia que superlota os leitos das unidades de saúde”, afirmou.

Importância - No último fim de semana, durante agenda institucional em Sitio do Quinto, o deputado parabenizou pessoalmente o governador Rui Costa (PT) pela criação do comitê encabeçado pela secretaria da Saúde.

“Os hospitais estão super lotados, mais de 60% dos leitos ocupados com acidentados de motos. Tenho certeza do quanto de pessoas aqui já tiveram familiares na regulação, esperando uma vaga por uma doença natural e acaba não achando a vaga, pois lá está lotado por acidentados de motos e isso tem se tornado um caos em nossa Bahia e Brasil. Se esse comitê funcionar, vai ser uma das maiores ações do seu governo”, afirmou durante seu discurso ao lado de Rui.

Sobre o comitê - O Comitê, coordenado pelo secretário da Saúde do Estado, Fabio Vilas-Boas, contará como membros os secretários da Segurança Pública, Educação, Infraestrutura e Comunicação Social, além do diretor do Departamento Estadual de Trânsito da Bahia (Detran) e dos presidentes do Conselho Estadual dos Secretários Municipais de Saúde e da União dos Municípios da Bahia.

Entre as atribuições do Comitê estão a elaboração de políticas sobre acidentes de trânsito com veículos de duas ou três rodas, seus efeitos sociais e de saúde, bem como o estabelecimento de políticas intersetoriais e interinstitucionais com as entidades que apresentam interface com os acidentes de trânsito e suas consequências.

Nenhum comentário:

Postar um comentário