27 de mai de 2010

Polícia prende dois suspeitos de assassinar o delegado de Camaçari

Policiais civis prenderam dois assaltantes que assassinaram o delegado Clayton Leão Chagas, 35 anos, na quarta-feira, 26, à noite, escondidos numa casa do bairro Gleba E, em Camaçari, Região Metropolitana de Salvador. Os bandidos Reinaldo Valência de Lima, 25, e Edson dos Santos Cortes, 30, confessaram ter matado Clayton porque ele reagiu a uma tentativa de roubo. O terceiro ladrão que participou do crime continua foragido, mas está identificado.

Os dois suspeitos presos contaram em depoimento, na quarta, à noite, na sede da Coordenadoria de Operações Especiais (COE), que quando abordaram Clayton não sabiam que ele era delegado.

Edson confessou que efetuou os disparos e Reinaldo revelou que dirigiu o táxi usado no crime. Os dois homens foram autuados em flagrante.

Uma operação, com dezenas de policiais foi montada no final da tarde, na Gleba E. Investigadores da Delegacia de Camaçari conseguiram a informação da casa onde os bandidos estavam escondidos e fecharam o cerco. Reinaldo e Edson foram capturados.

Veja as imagens

Clayton Leão estava no carro acompanhado da esposa no momento do crimeCrime aconteceu na estrada da Cascalheira, que liga o pedágio até o município de CamaçariPela posição do corpo, o delegado pode ter reagido à abordagemHelicóptero da Polícia Militar ajudou nas buscas aos criminososCarro utilizado pelos bandidos, um corsa branco, foi encontrado queimado em uma estrada

Nenhum comentário:

Postar um comentário