10 de mai de 2010

Fazendeiro assassinado com golpes de facão e foice em Candeal

O fazendeiro Humberto Falconere Rios, 65 anos, foi morto na manhã do último sábado, 8, por volta das 11:00 horas, na Fazenda Fontinha, A 18 km da cidade de Candeal


De acordo com informações da Polícia, Humberto estava dentro de um curral, na companhia do vaqueiro José Eduardo dos Santos Silva, 41 anos, cuidando de alguns bichos da propriedade, quando foi atacado.


O assassino, Antonio Paulo de Almeida, 60 anos, conhecido como “bengo”, ex funcionário da fazenda, foi preso em flagrante. Depois do crime ele foi para sua residência, a cerca de um quilometro do local do crime, localizada às margens da BR 324, levando o facão e a foice.

Segundo Maria Natividade, 56 anos, esposa do acusado, José tem problemas metais e sofre de epilepsia. “Ele chegou por volta do meio dia com o facão sujo de sangue e dizendo que tinha matado Humberto. Minutos depois a polícia chegou”, declarou Maria.

O vaqueiro José Eduardo só escapou da morte porque saiu correndo e pulou uma cerca de arame que divide a fazenda. “Depois de cortar o pescoço de Humberto, ele virou pra mim e disse: Agora é você”, relatou o vaqueiro.

A cena surpreendeu a todos, pois a vítima foi atingida com um golpe de facão e foice no pescoço. Humberto quase foi decapitado.

"Ele me chamou para soltar umas galinhas e nós caminhamos até o local. Eu estava com a cabeça baixa soltando os animais quando ouvir os gritos de Humberto, dizendo o que é isso rapaz? Quando olhei, o assassino estava aplicando um golpe de foice”, disse José.

As causas do crime ainda não foram esclarecidas. Antonio Paulo está preso na delegacia de Candeal a disposição da justiça.

Foto: Calila Noticia

Nenhum comentário:

Postar um comentário