26 de mai de 2010

Delegado é assassinado quando falava ao vivo com rádio de Camaçari

O delegado titular da 18ª Delegacia, em Camaçari, Clayton Leão Chaves, foi morto em uma emboscada na manhã desta quarta-feira (26), na estrada da Cascalheira, que liga o pedágio até o município de Camaçari.

De acordo com informações da polícia, Leão estava com a esposa e parou o carro para dar uma entrevista ao vivo para a rádio local Líder pelo celular, quando quatro homens que estavam em um carro branco com placa vermelha, dispararam rajadas de metralhadora contra o delegado. Ele estava levando a mulher para o trabalho em uma clínica odontológica no momento do crime.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), Leão morreu no local. O corpo está no Instituto Médico Legal Nina Rodrigues (IML), em Salvador, e o enterro será às 10h de quinta-feira (27) no Cemitério do Campo Santo. O delegado passou quatro anos como titular da COE (Comando de Operações Especiais da Polícia Civil) e depois foi transferido para a Delegacia de Camaçari.

As polícias Civil e Militar estão na região de Camaçari procurando os bandidos que mataram o delegado. Fazem parte da operação, policiais da Coordenação de Operações Especiais (COE) da Polícia Civil, do Grupamento Aéreo da Polícia Militar, da Delegacia de Homicídios, da Superintendência de Inteligência da SSP, dentre outras unidades.

A cobertura completa nesta quinta 7 horas na Rádio Continental

Foto: Atarde online

Um comentário:

  1. cada dia quer passa fica mais dificil de viver que Deus nos acuda manda um alo ai vai feio ribeiro um grande abraço

    ResponderExcluir