8 de mar. de 2010

Comerciante se mata por enforcamento no sul do estado

Uma cena trágica na tarde deste sábado (06). Uma idosa de 86 anos, encontrou no quintal da sua casa na Rua Guarany nº 68, centro da cidade de Teixeira de Freitas, o filho mais jovem, morto e dependurado numa corda em um pé de jenipapo.

O homem usou uma corda grossa de nylon, na cor bege (usada geralmente nas amarrações de cargas de caminhões), para se enforcar. A vítima foi o comerciante do ramo de vendas de tabacos, José Nildo Souza Santos, 41 anos, que vinha sofrendo de depressão nos últimos meses.

Segundo informações, desde 2008, José Nildo passou a usar drogas, e por causa do vício começou a desfazer de todos os seus bens, como imóveis e veículos, inclusive do seu comércio, tendo restado atualmente, apenas um prédio de 2 andares na rua da casa dos seus pais, onde ele suicidou-se.

Ultimamente o comerciante começou a ter alucinações, dizendo que estava doente demais e que antes que uma enfermidade lhe matasse, ele próprio tiraria a sua vida, ou seja, ficou convulsivamente depressivo por causa do excesso de uso de drogas.

De acordo com o perito criminal Marco Antônio, tratou-se de uma morte causada por asfixia mediante enforcamento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário