8 de fev de 2010

Um detento é morto e três são feitos reféns em rebelião em Serrinha

Vinte e cinco presos do Conjunto Penal de Serrinha, a 173 km de Salvador, se rebelaram na manhã desta segunda-feira (8). Eles danificaram o sistema de automação das portas do conjunto, conseguiram abrir a cela SE-04, mataram o interno Joselito Alves da Silva - conhecido como Carioca – e fizeram outros três reféns.

Segundo a Secretaria de Justiça do Estado, os 25 internos se encontravam na área do seguro - espécie de mini pavilhão, com oito celas, onde ficam os internos mais perigosos e, numa cela separada, os que são ameaçados de morte. Na cela SE-04, estavam quatro ameaçados de morte: Alex Brito da Silva, Márcio Gledson Pinheiro Costa, Antonio Rodrigues de Souza e Joselito Alves da Silva.

Os rebelados reivindicam o retorno para Salvador. Quatorze deles foram transferidos para o Conjunto Penal em setembro do ano passado acusados de integrarem a quadrilha de Cláudio Campanha. O corpo de Joselito Alves da Silva continua no seguro. Ainda não se sabe de que forma ele foi assassinado.

A direção do estabelecimento lacrou as portas e eclusa que dão acesso ao seguro isolando os rebelados, e a PM reforçou a segurança externa, enquanto aguardam a chegada do COE - Comando de Operações Especiais e do Superintendente de Assuntos Penais Isidoro Orge.

Veja outras imagens

Motim envolve a Ala do Seguro, local onde os presos de maior periculosidade ficam alojadosDetentos se rebelaram desde início da manhã desta segunda-feiraBatalhão de Choque e o Comando de Operações Especiais foram chamados para conter a rebeliãoUm detento, identificado como Joselito Bispo, codinome "Carioca", foi assassinado na rebeliãoMotim teria ocorrido como forma de realizar a transferência de alguns internos

Colaboração: Agencia Atarde

Nenhum comentário:

Postar um comentário